Tarso Genro diz que buscas militares no Araguaia podem cumprir parcialmente objetivos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

14 de julho de 2009

Brasil


O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje (14) acreditar que o trabalho que está sendo realizado por grupos militares no Araguaia, de mapeamento dos locais onde os corpos de guerrilheiros e camponeses foram enterrados na década de 1970, durante a repressão ao movimento de oposição ao regime militar, irá possibilitar o cumprimento parcial do objetivo de encontrar corpos de desaparecidos. Uma sentença judicial condenou a União a realizar as buscas em um prazo de 120 dias.


Parcialmente é possível. Estivemos em São Domingos do Araguaia, em uma sessão pública de anistia a pessoas que sofreram violência na região, e eles deram uma massa grande de informações. Então acho que é possível encerrar o luto de algumas famílias, que estão sofrendo até hoje pela morte e pela sensação de perda decorrente da ausência dos restos mortais do ente querido.
Tarso Genro


Em relação à conveniência da falta de participação dos parentes dos desaparecidos nas buscas, o ministro preferiu não tecer comentários de mérito:


Vamos aguardar o resultado do trabalho. Prefiro não me manisfestar. Depois vamos ter um opinião bem sistemática sobre isso.
Tarso


O ministro ressaltou ainda que, no seu entender, “a presença do Ministério Público é fundamental em trabalhos como este”. O Ministério Público Federal no Pará vai pedir a suspensão das buscas no Araguaia devido à falta de participação dos parentes dos desaparecidos.

Militantes do PCdoB temem a inconsistência dos dados que servem de base para o levantamento militar. Eles defendem a participação de integrantes da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos no Comitê Interinstitucional criado pelo Ministério da Defesa, para supervisionar o grupo de trabalho. Querem também, assim como o Ministério Público, que o governo ouça os militares que participaram da fase final da guerrilha, para que os mesmos indiquem, com mais precisão, os locais onde foram deixados corpos.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati