Sri Lanka celebra 60 anos de independência com operações militares contra a guerrilha separatista tamil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de fevereiro de 2008

O Sri Lanka está comemorando hoje os 60 anos de independência. E o país está sob rígidas medidas de segurança causadas por ameaça de atentados.

O presidente cingalês, Mahinda Rajapaksa, apontou os dois principais desafios do país, em sua opinião.

"Um é o desafio de erradicar o terrorismo, e o outro é erradicar a pobreza. Sobre o primeiro, é um motivo de satisfação que a Província do Leste tenha sido liberada totalmente do terrorismo", assegurou.

Hoje pela manhã uma bomba explodiu no sul da capital do país, deixando vítimas. Ontem um ataque suicida matou 11 pessoas e feiu 92, em uma estação de trens de Colombo.

Medidas

As principais vias de Colombo estão interrompidas e as operadoras de celulares anunciaram a suspensão dos serviços de mensagem até a meia-noite, informa hoje o site do jornal cingalês "The Daily Mirror".

Grupo Separatista

Os ataques terroristas são de autoria da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) que domina amplas áreas do norte do país. Estas áreas estão sob ataque do Exército. Os confrontos deixam vários mortos.

A guerrilha luta há 20 anos para conseguir a independência de um Estado nas regiões do Leste e do Norte do país, onde os tâmeis são maioria.

Fontes