Somália: Bomba mata 12 soldados numa estrada

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Doze membros das forças de segurança da Somália foram mortos e outros dois ficaram feridos no domingo, em resultado de poderosa explosão na estrada no estado de Galmudug, disseram as autoridades.

O ataque ocorreu perto da vila de El Dhere, 28 kms a oeste da cidade de Dhusamareb, durante uma operação de segurança. Dhusamareb fica a cerca de 510 kms ao norte da capital da Somália, Mogadíscio.

O chefe da agência de inteligência na cidade de Dhusamareb, major Abdirashid Abdinur Qoje, é um dos mortos, confirmou o ministro da Informação do estado, Ahmed Shire Falagle, à Voz da América Somali.

“Um veículo que transportava o official Qoje e outros soldados que o acompanhavam foi atingido por uma mina terrestre; o oficial e alguns dos soldados morreram, então foi uma bomba ”, disse Falagle.

O grupo militante Al-Shabab assumiu a responsabilidade. Este é o segundo confronto entre o Al-Shabab e as forças do governo somali fora de Dhusamareb, no espaço de três dias.

Na sexta-feira, sete militantes foram mortos pelas forças do Governo depois de morteiros terem sido disparados contra a cidade, enquanto líderes políticos realizavam uma reunião sobre a gestão eleitoral.

A reunião em Dhusamareb fracassou, na madrugada de sábado, depois do presidente Mohamed Abdullahi Farmajo e o primeiro-ministro Mohamed Hussein Roble não conseguirem chegar a um acordo sobre a gestão eleitoral com os líderes de cinco estados membros federais.

A falta de acordo coloca o país em incertezas políticas com o término do mandato do presidente na segunda-feira, 8 de fevereiro.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit