Sesa articula força-tarefa para suprir reserva de nitrogênio no HU

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

6 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Após uma oscilação de pressão ter alterado os níveis de consumo de gases no Hospital Universitário (HU), a Secretaria de Estado de Saúde do Amapá (Sesa) solicitou ao Ministério da Saúde (MS) uma remessa emergencial de 150 cilindros - 130 de gases medicinais e 30 de oxigênio – para aumentar a retaguarda unidade.

A oscilação no tanque de nitrogênio causava perda do controle de precisão. É como se o tanque entrasse em reserva e a média de consumo de 32 litros de nitrogênio por hora entrasse em estado de oscilação, ficando impossível prever a aplicação do gás.

Assim que tomou conhecimento, a Sesa imediatamente encaminhou um ofício ao Ministério da Saúde para aumentar backup (reserva) do gás medicinal, pois a preocupação era de que houvesse atraso na balsa da White Martins, que já estava a caminho de Macapá. Em parceria com a Força Aérea Brasileira, os 150 cilindros foram enviados para auxiliar no backup do gás medicinal, caso o tanque atingisse esse estado. A solicitação foi meramente por uma questão de precaução para aumentar o tempo de nitrogênio, e não de oxigênio.

Durante a madrugada a Sesa conseguiu 63 cilindros para que o backup pudesse ser estendido por 24 horas, caso houvesse atraso na balsa que já estava a caminho de Macapá com uma remessa de cilindros. Como a balsa chegou às 9h30, o HU foi abastecido imediatamente e o tanque de nitrogênio corrigido em seguida.

O secretário de saúde, Juan Mendes, esclarece que todo o empenho contínuo do Estado mantém as unidades abastecidas de oxigênio.

“Não houve diminuição da oferta de oxigênio, muito pelo contrário, ninguém ficou desassistido durante o período em que o tanque de nitrogênio estava sendo corrigido. Agora o nosso backup triplicou, pois temos uma retaguarda melhor, caso haja qualquer tipo de problema neste sentido”, completou o secretário.

Fontes