Senador Demóstenes faz duro discurso e cita Fernando Collor de Mello

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de junho de 2005

Brasil — O Senador Demóstenes Torres (PFL) fez um duro discurso contra o governo. Ele rogou aos parlamentares para que cumpram sua função e não deixem tudo só para a Polícia Federal resolver.

Ele citou o ex-Presidente Fernando Collor de Mello e disse que a situação atual tem muitas semelhanças com aquelas que levaram ao impeachment de Collor em 1992. Ele perguntou se já não se deveria chamar o tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares de "Delúbio PC Farias Soares" (PC Farias é o nome do empresário acusado de corrupção durante o governo Collor). Ele também perguntou de onde veio o dinheiro para subornar os deputados, se sua fonte não seria outra "Operação Uruguai", esquema de arrecadação ilegal de dinheiro supostamente praticada por integrantes do partido de Fernando Collor.

Ele disse que o PT não tem o direito de agora levantar dúvidas sobre o Deputado Roberto Jefferson (PTB), porque o Presidente Lula tinha antes sempre dado apoio a ele.

Ele também disse que acredita que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o Ministro da Casa Civil José Dirceu sabiam das denúncias de pagamento de propina a deputados.

Fontes

Áudio