Senador Demóstenes Torres anuncia em nota a desfiliação do DEM

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Demóstenes Torres em 2009.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom (Agência Brasil/ABr).

Agência Brasil

3 de abril de 2012

Brasília, D.F., Brasil — O ex-líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres, anunciou em nota a desfiliação do partido. O ofício foi encaminhado ao presidente do partido, José Agripino Maia, também do mesmo partido. Com isso, Demóstenes permanece no Senado, só que sem partido. Assim, o processo de expulsão aberto ontem (2) no DEM deixa de existir. As informações são das assessorias de imprensa de Agripino Maia e de Demóstenes Torres.

Ele aguarda o pedido de apuração protocolado na Mesa Diretora do Senado pelo PSOL. A legenda quer que o Conselho de Ética investigue as denúncias de ligação de Demóstenes com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso por envolvimento com máquinas caça-níqueis em Goiás.

Gravações feitas pela Polícia Federal registraram solicitação de dinheiro a Cachoeira, feitas pelo senador e informações privilegiadas repassados por Demóstenes para o controlador do jogo ilegal em Goiás.

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati