Senado do Brasil reduz de 181 para 20 o número de diretores após as denúncias

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de março de 2009

Brasília, DF, Brasil


O Senado reduziu ontem para 20, o número de diretores da Casa. A instituição, que tem apenas 81 parlamentares (3 em cada 26 Estados e o Distrito Federal), tinha 181 funcionários com nível de diretor.

A redução das diretorias e a reformulação no esquema de funcionários devem gerar, de acordo com o primeiro-secretário, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), uma economia mensal de R$ 1 milhão (R$ 12 milhões no ano).

A atual estrutura, considerada inchada, vem de 2001 e a proposta dos senadores é voltar à estrutura anterior a esse período.

O Senado enfrenta denúncias de irregularidades desde que o senador José Sarney (PMDB-AP) foi eleito presidente em no dia 2 do mês passado e das controversas articulações políticas que levaram partidários de Sarney, Renan Calheiros (PMDB-AP}} e Fernando Collor (PMDB-AP) ao poder este mês, irritando o governista Partido dos Trabalhadores e até setores da oposição ao governo.

Fonte