STF anula dez depoimentos de 10 acusados no “Escândalo do Mensalão”; Marcos Valério quer acordo com a Justiça, diz Procuradoria da República

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de março de 2009

Brasília, DF, Brasil

O Supremo Tribunal Federal anulou no dia 18 de março, os depoimentos de 10 réus do Caso Mensalão. A decisão atende ao pedido da defesa, que alega a existência de erros nos interrogatórios.

Os advogados disseram que não foram intimados para participarem dos depoimentos de outros réus. Eles afirmaram ainda, que quando houve a intimação, não foi permitido fazer perguntas. Os novos depoimentos devem acontecer em até 30 dias.

Quase semana depois, acusado de ser o operador do Mensalão, Marcos Valério pode fazer um acordo para delação premiada. As negociações são sigilosas e estão em andamento na Procuradoria da República, em Brasília. O acordo poderia trazer uma redução da pena, ou até mesmo isenção, em troca de informações sobre o caso denunciado em 2005.

Quem vai decidir se existe a possibilidade de negociação é o relator do processo o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. A negociação tem que ser aprovada também pelos outros ministros do STF.

O vice-presidente da República, José Alencar comentou o assunto.

Fontes