SP vai apurar responsáveis por queda de passarela na Marginal Tietê

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira do Brasil
Outras notícias sobre o Brasil
Localização do Brasil
Localização do Brasil

Agência Brasil

15 de novembro de 2019

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras da Prefeitura da Cidade de São Paulo (SIURB) vai abrir na segunda-feira (18) uma apuração preliminar de responsabilidade pelo acidente com a passarela de serviço sobre a Marginal do Tietê. As pistas da Marginal Tietê foram liberadas hoje (15), às 5h da manhã. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito flui normalmente.

A passarela de metal utilizada em uma obra caiu no início da noite de ontem (14), bloqueando todas as pistas no sentido interior. A estrutura, instalada próxima à ponte Comunidade Húngara, na zona norte, atingiu dois ônibus e um carro. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos uma pessoa teve ferimentos leves.

A passarela era uma estrutura de apoio das obras da Ponte Pirituba-Lapa, que estão sendo executadas pelo consórcio formado pelas empresas EIT/Constran. A obra é uma futura ligação entre a Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, no trecho entre as pontes Ulisses Guimarães e Piqueri.

A queda da estrutura ocorreu no momento em que uma forte tempestade atingia a cidade de São Paulo, com rajadas de vento que chegaram a 82 km/h. De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no local do acidente, os ventos podem ter sido ainda mais fortes.

Previsão do Tempo

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo, o tempo começou chuvoso na madrugada e manhã de hoje (15). “As precipitações variam de intensidade e o solo encharcado favorece a formação de alagamentos e deslizamentos nas áreas de risco”, disse o meteorologista do CGE da Prefeitura de São Paulo, Thomaz Garcia. No decorrer da tarde, as instabilidades se afastam e não há previsão de chuva significativa.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati