Síria: 100 combatentes da Al-Qaeda mortos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de janeiro de 2017

No último ataque militar do presidente Barack Obama contra a Al-Qaeda, mais de 100 membros do grupo foram mortos na quinta-feira em um ataque aéreo norte-americano na Síria, segundo um funcionário do Pentágono.

O ataque - que o Pentágono confirmou na tarde de sexta-feira em um comunicado - atingiu um campo de treinamento ao oeste de Aleppo, perto da fronteira turca. Um bombardeiro americano B-52, junto com drones armados, lançaram 14 bombas no campo, disse o oficial. O local do acampamento era bem conhecido pela inteligência americana.

O campo de treinamento de "Shaykh Sulayman" estava operacional desde pelo menos 2013. "A destruição deste campo de treinamento interrompe as operações de treinamento e desencoraja os grupos de oposição islâmicos e sírios de aderirem ou cooperarem com a Al Qaeda no campo de batalha," disse o porta-voz. Citando também que bombardeios dos EUA mataram mais 150 membros da Al-Qaeda desde o começo do ano.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati