Sínodo dos Bispos foi uma "experiência de união", diz o papa Francisco

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de outubro de 2014

Vaticano

O papa Francisco afirmou hoje (19), na missa de encerramento do Sínodo dos Bispos, que o encontro foi uma “grande experiência” de união e recordou o papel da Igreja de curar as feridas e dar esperança às pessoas. Os participantes do sínodo, segundo o papa, sentiram o “poder do Espírito Santo que guia e incessantemente renova a Igreja”, e que deve continuar a “cuidar das feridas abertas e a devolver a esperança a muitas pessoas que a perderam”.

Papa Francisco

O Sínodo dos Bispos sobre a Família, convocado pelo papa Francisco, aprovou ontem (18) um relatório final sem que tenha sido alcançado um acordo com relação aos casos de divórcio e dos homossexuais. O documento traz um inventário dos diversos problemas da família nos cinco continentes, como o acolhimento pela Igreja dos casais em união de fato, homossexuais ou divorciados. O texto aprovado não apresenta, portanto, conclusões, mas representa um passo à frente face ao próximo sínodo, sobre o mesmo tema, previsto para em outubro de 2015.

O superior-geral dos jesuítas, ordem a que Francisco pertence, disse aos órgãos de imprensa religiosos que uma “revolução” no pensamento da Igreja é possível no próximo ano. A cerimônia de encerramento do sínodo marcou também a beatificação do papa Paulo VI.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati