Rooney, censurado pela própria equipe, por dizer que “odeia o Liverpool”

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Foto de Wayne Rooney no campo de jogo em 16 de fevereiro de 2008 na partida contra Arsenal.

Manchester, Reino Unido • 14 de março de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Manchester United havia removido de seu site uma entrevista com o jogador. O atacante disse: "Cresci odiando o Liverpool." Manchester United e Liverpool enfrentam no sábado.

Wayne Rooney havia sido censurado pela sua própria equipe, o Manchester United, por manifestar publicamente o ódio que tem o Liverpool de Rafa Benítez. Com motivo da partida do próximo sábado entre Manchester e o Liverpool, o 'garoto mal' havia soltado a língua.

O atacante do United, que cresceu nos graus mais baixos do Everton, disse: "Eu cresci odiando o Liverpool e isso não havia mudado".

Ante destas declarações, o clube havia tomado uma decisão: retirar a entrevista do seu web. "Era a melhor opção, porque as palavras Rooney poderiam ser mal interpretadas pelos meios de comunicação e os seguidores" disse o United.

Analisando o jogo contra o Liverpool

Por outro lado, Rooney antecipa um jogo duro diante o Liverpool este sábado em Old Trafford, em que os "diabos vermelhos" poderiam "terminar" com as opções do onze do espanhol Rafael Benítez naa "Premier" de saírem vitoriosos.

"Eles sabem que em Old Trafford ele espera um jogo difícil e também que necessitam os três pontos e estou seguro de que irão por eles", sinalizou.

O ex de Everton recordou das consequências que poderia ser para o Liverpool uma vitória no seu hospedeiro.

"Se nós vencemos, provavelmente terminamos com as opções de ganhar a Liga", observou em declarações feitas na imprensa britânica.

Fonte