Representantes de Zelaya dão por encerrado diálogo com aliados de Roberto Micheletti

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

23 de outubro de 2009

Os representantes do presidente deposto, Manuel Zelaya, deram por encerradas as conversas com os representantes do governo golpista em Honduras. Uma das negociadoras de Zelaya, Mayra Mejía, disse que não é mais possível estender prazos para que ambos os lados cheguem a uma decisão sobre a volta de Zelaya à Presidência.

“Não podemos transformar essa negociação num jogo. Os hondurenhos aguardam ansiosamente por decisões concretas e só vemos dilatação de prazo. O tempo dos representantes de Michelleti não é o mesmo nosso”, disse Mejía.

Durante esta semana, representantes do governo deposto divulgaram vários comunicados à imprensa local. Eles afirmaram que aguardavam os representantes de Zelaya reexaminar a negociações. Como os dois lados não chegaram a um consenso, continua o impasse político no país. Enquanto isso, o Tribunal Superior Eleitoral hondurenho organiza as eleições de 29 de novembro. Quase cinco milhões de cédulas eleitorais já foram impressas.

O diretor da Câmara de Comércio de Honduras, Mario Bustillo, se diz bastante preocupado com o impacto do impasse político na economia. Segundo ele, até o fim do ano, as vendas no comércio em geral registrarão queda de 30%. “As empresas estão vendo o que podem fazer para sobreviver e contando que, no Natal, consigam recuperar um pouco de fôlego nesse ano amargo.”



Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati