Renan Calheiros renuncia e é absolvido

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Senador Renan Calheiros, que renunciou à Presidência do Senado Brasileiro.

5 de dezembro de 2007

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Por 48 votos favoráveis a 29 contra, o plenário do Senado Brasileiro rejeitou hoje o relatório que pedia a cassação do mandato do senador brasileiro Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, por quebra de decoro parlamentar. Renan era acusado de usar "laranjas" para comprar um grupo de comunicação em seu estado.

Momentos antes, o senador havia renunciado à Presidência do Senado Brasileiro, dizendo que renunciava "(...)ao mandato de presidente do Senado sem mágoas ou ressentimentos, de cabeça erguida, demonstrando mais uma vez que não usei das prerrogativas do cargo pra me defender".

Segundo Alexei Barrionuevo, correspondente do New York Times no Brasil, esse foi "o mais obsceno dos escândalos políticos deste ano no Brasil".

Fontes