Relatório provisório namibiano conclui que queda de avião da LAM foi intencional

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mukwe, na Região de Kavango, onde caiu o avião em 2013.

Agência VOA

Predefinição:Infotabela Namíbia

Parques Nacionais na Namíbia. Localização de Parque Nacional de Bwabwata-Nationalpark (8), local da queda do avião.

Quanto o avião iniciou a descida o comandante encontrava-se sózinho aos comando do aparelho visto que o co-piloto se tinha deslocado ao lavabo.

22 de janeiro de 2015

Um relatório provisório das autoridades namibianas que investigam as causas da queda do voo TM-470 das Linhas Aéreas de Moçambique, em Novembro de 2013, na Namíbia afirma que o despenhamento do aparelho foi intencional.

Segundo o jornal “The Namibian”, o Ministério das Obras e Transportes da Namíbia, responsável pela investigação, divulgou um relatório interino, reafirmando que o comandante, Hermínio dos Santos Fernandes, despenhou intencionalmente a aeronave, provocando a morte de todos os 33 ocupantes.

Assinado pela Direcção de Investigação de Acidentes Aéreos foi divulgado a 1 de Dezembro do ano passado, quando se cumpria um ano sobre o desastre que vitimou 27 passageiros e seis membros da tripulação do avião Embraer-190 da Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), que fazia a ligação Maputo-Luanda.

As caixas negras do avião foram enviadas para os laboratórios da agência americana encarregada da segurança nos transportes e foi com base na sua análise que foi elaborado o relatório provisório.

Os dados contidos nas caixas negras indicam que o avião estava a funcionar normalmente até ao momento em que se despenhou a 29 de Novembro de 2013 no Parque nacional de Bwabwata na Namíbia.

Segundo aqueles dados o avião voava a 38 mil pés de altitude e despenhou-se após uma descida abrupta que durou sete minutos e 17 segundos até bater no solo.

Quanto o avião iniciou a descida o comandante encontrava-se sozinho aos comando do aparelho visto que o co-piloto se tinha deslocado ao lavabo.

Enquanto o avião efectuava a sua descida a caixa negra do cockpit captou alarmes e fortes batidas na porta do cockpit indicando que alguém tentava desesperadamente chegar ao posto de controlo do aparelho.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati