Rússia e Ucrânia chegam a um acordo sobre o gás natural

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de janeiro de 2006

Três dias depois de a Rússia cortar o fornecimento de gás natural para a Ucrânia, ambas nações chegaram nesta quarta-feira (4) a um acordo sobre os preços do gás natural russo. Segundo os termos do novo convênio, o fornecimento de gás natural será misturado com provisões mais baratas da Ásia Central, e será vendido à Ucrânia por US$95 por cada 1.000 metros cúbicos, quase o dobro do que se paga atualmente.

Alexei Miller, chefe da companhia russa Gazprom, afirmou ter chegado a um acordo definitivo e que estava satisfeito. "Este acordo garantirá fornecimentos estáveis à Europa", garantiu.

Por sua vez, Oleksiy Ivchenko, da companhia ucraniana Naftogaz, assinalou que ambas empresas estão "avançando para uma relação de mercado que satisfaça as necessidades das duas companhias". O anúncio chegou justo quando delegados da União Européia se reuniam em Bruxelas para discutir o assunto e tomar medidas.

Ver também

Fontes