Rússia deporta 70.000 residentes de Kherson, diz jornal

Fonte: Wikinotícias

3 de novembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O jornal Wall Street Journal (WSJ) informou no dia 2 que a Rússia irá realocar à força 70.000 pessoas de Kherson, o território ocupado da Ucrânia.

O chefe do governo de Kherson, nomeado pela Rússia, Vladimir Saldo, disse que até 70.000 moradores serão transferidos para a Rússia continental ou para o sul de Kherson a partir do dia 6.

"Eles [a Rússia] querem dar a impressão de que essa migração é uma evacuação de civis", disseram os militares ucranianos.

Ele acrescentou que a Rússia está usando os moradores locais como escudos humanos.

A Rússia retirou recentemente algumas tropas russas e aliados pró-russos da área depois que a Ucrânia intensificou sua ofensiva para retomar a região antes do inverno chegar.

Fontes