Quilombolas atacam e matam vários brasileiros no Suriname

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ficheiro da Cidade de AlBina no Suriname, local onde ocorreu o massacre de brasileiros, chineses e outros nacionalidades pela população descendente de escravos, os Quilombolas.

26 de dezembro de 2009

Suriname

Quilombolas atacam e matam vários brasilieros na cidade de Albina, distante 150 km de Paramaribo capital do Suriname. Segundo informações obtidas sa imprensa local um morador foi assassinado por um brasileiro que desencadeu uma violenta reação da população descendente de escravos, os Quilombolas. Informações preliminares apontam uma quantidade maior que os relatos divulgados oficialmente, entretanto os números ainda são contraditórios [1][2] na maioria com golpes de facão e machados [3].

Ao que parece a dimensão do ataque de quilombolas (negros surinameses descendentes de escravos) aos brasileiros, foi maior do que o anunciado pelas autoridades daquele país, relatos falam em massacre, estupros de mulheres brasileiras, pessoas feridas a golpes de machado e facão. Hoje três dias depois do ataque, o Brasil enviou um avião ao Suriname com representantes diplomáticos. O embaixador brasileiro naquele país saiu da capital e foi pessoalmente conferir a dimensão deste ataque dos quilombolas, inclusive já se fala na destruição da cidade/vilarejo de Albina.

Fontes e Referências

  1. http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1427567-5602,00-CINCO+BRASILEIROS+QUE+ESTAVAM+NO+SURINAME+VOLTAM+AO+BRASIL+NESTA+NOITE.html
  2. http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1427214-5602,00-CONFLITO+NO+SURINAME+LEVOU+A+PELO+MENOS+MORTES+DIZ+MISSIONARIO.html
  3. http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u671526.shtml