Que desafios as startups enfrentam na África?

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

21 de janeiro de 2018

O tema de hoje no Espaço do Ouvinte é empreendedorismo, e conversamos a respeito com o moçambicano Manuel Pedro Muteruco, de 25 anos, que tem duas startups no ramo das tecnologias de informação.

Ele é fundador da Mozstart, uma plataforma de financiamento coletivo e aceleradora de startups, e cofundador da Fundzani, uma plataforma de ensino que ajuda na preparação para exames de admissão no ensino superior.

Mas antes de avançarmos no assunto, sabe o que é uma startup? Startup é geralmente uma empresa que está iniciando sua operação no mercado e procurando desenvolver um modelo de negócio escalável e repetível. Estas companhias buscam a inovação em qualquer área ou ramo de atividade.

Muteruco tem um objetivo claro: quer usar a informática para otimizar e ajudar no desenvolvimento da África e também de outros continentes.

Ele explica que há vários desafios que as startups enfrentam, entre eles o desconhecimento do significado das palavras “startup e “empreendedorismo,” além da escassez de livros sobre o assunto em português.

Outros desafios também citados foram como encontrar opções de financiamento para uma startup e como fazer a aceleração dela.

Muteruco lembra que quando começou a investir teve muita dificuldade de encontrar uma aceleradora, ou seja um mentor, que lhe ajudasse a levar a empresa para um outro nível. A ideia primordial foi buscar o financiamento coletivo.

Manuel Muteruco, que é natural da Beira, província de Sofala, explica que a plataforma Mozstart ajuda os futuros empreendedores da seguinte forma.

O interessado precisa gravar um vídeo de três minutos e explicar sua ideia, quanto de dinheiro precisa para colocar aquilo em prática, e quais benefícios os investidores vão ter caso queiram investir na empresa. Depois o empreendedor escolhe se quer um financiamento coletivo ou se prefere uma parceria. Se optar por uma parceria é preciso informar qual é a percentagem das ações que o parceiro vai receber e quanto as ações valem.

Manuel Pedro Muteruco é estudante de engenharia informática no Instituto Politécnico da Guarda, Portugal. Para saber mais sobre o entrevistado, a plataforma de financiamento coletivo e aceleradora de startups, além da plataforma de ensino que ajuda na preparação para exames de admissão no ensino superior, confira a entrevista na íntegra!

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati