Produção da vacina de Oxford contra a COVID-19 é interrompida

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A AstraZeneca suspendeu o teste de estágio final de sua aguardada vacina contra o Covid-19 após uma suspeita de uma séria reação adversa em um participante do estudo, informou o site de notícias de saúde Stat News na terça-feira.

O site citou um porta-voz da AstraZeneca o qual menciona em um comunicado que o "processo de revisão padrão desencadeou uma pausa na vacinação para permitir a revisão dos dados de segurança".

O estudo está testando uma vacina Covid-19 que está sendo desenvolvida por pesquisadores da AstraZeneca e da Universidade de Oxford em locais como os Estados Unidos, Brasil e o Reino Unido, onde o evento adverso foi relatado.

A vacina de Oxford está sendo testada no Brasil em cerca de 5 mil voluntários. Os estudo brasileiros estão sendo coordenados pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A fabricação da vacina seria possível graças a uma parceria para transferência de tecnologia para a Fiocruz.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com