Primeiro-ministro russo insiste que eleições foram honestas e critica oposição

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Vladimir Putin

15 de dezembro de 2011

Rússia — O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, disse hoje (15) que o resultado das eleições parlamentares do país reflete a vontade do povo russo. Para a oposição, o pleito do dia 4 teve resultados fraudados.

O partido Rússia Unida, do primeiro-ministro, conseguiu a maioria absoluta no Parlamento, apesar de perder alguns assentos no Legislativo. Pelo menos mil pessoas foram detidas durante protestos contra Putin na semana passada – principalmente em Moscou e em São Petersburgo (segunda maior cidade do país e considerada capital cultural).

Em uma entrevista transmitida ao vivo pela televisão, Putin rejeitou os pedidos de uma nova votação e disse que vai pedir a instalação de câmeras de vídeo em zonas eleitorais, para garantir eleições justas.

A respeito dos grandes protestos contra o governo ocorridos recentemente, Putin declarou que ficou satisfeito ao ver jovens russos expressando suas opiniões, mas insistiu que eles devem obedecer às leis do país. O primeiro-ministro sugeriu que alguns dos manifestantes foram pagos para protestar.

Putin, que ocupou a Presidência da Rússia entre 2000 e 2008, é o favorito para a eleição presidencial de março de 2012. Ele responsabilizou o governo dos Estados Unidos pela onda de protestos em território russo. A reação dele ocorreu depois que a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, expressou dúvidas sobre os resultados das eleições parlamentares no país.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati