Presidente palestino propõe governo de coalizão com o Hamas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

19 de janeiro de 2009

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, propôs hoje (19) ao grupo islâmico Hamas a formação de um “governo de conciliação”, que organize eleições presidenciais e legislativas simultâneas. O Hamas é rival do Fatah, do qual Abbas faz parte. A informação foi divulgada pela agência de notícias Lusa.

Segundo a Lusa, a proposta foi feita no discurso da abertura de uma reunião da Liga Árabe, no Kwait, um dia depois da proclamação de cessar-fogo por Israel e pelo Hamas, separadamente.

Também na reunião da Liga Árabe, o rei da Arábia Saudita, Abdullah II da Arábia Saudita, anunciou apoio de US$ 1 bilhão para a reconstrução da Faixa de Gaza, após os 22 dias da operação militar israelense e do conflito entre Israel e o Hamas. Um dos assuntos em discussão no encontro é justamente a formação de um fundo de financiamento da reconstrução de Gaza. O Catar já havia anunciado que contribuiria com US$ 250 milhões.

Enquanto isso, a presidência da União Européia anunciou um convite feito à ministra dos Negócios Estrangeiros de Israel, Tzipi Livni, para um encontro hoje (21), em Bruxelas, com os ministros dos Negócios Estrangeiros europeus, sobre a consolidação do cessar-fogo em Gaza.

Também foi anunciado para o próximo domingo (25) um encontro dos ministros europeus com os chefes das chancelarias palestina, egípcia, jordaniana e turca. Os encontros têm como objetivo tentar consolidar a trégua e reiniciar o processo de paz no Oriente Médio.

Fontes