Presidente do Chade morre após confronto com rebeldes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Idris em 2014

O exército do Chade anunciou hoje que o presidente Idriss Déby havia morrido após ser atingido, ontem, durante um confronto com rebeldes da Frente pela Alternância e Concórdia no Chade que avançavam do norte em direção à capital, N'Djamena.

Déby, de 68 anos, governou o país africano por 30 anos, desde que havia chegado ao poder, após um golpe de estado em dezembro de 1990.

Um dos líderes mais antigos da África, em seu país ele enfrentou críticos e grupos rebeldes que quase o depuseram em 2008, enquanto no Ocidente era visto como um aliado importante na luta contra grupos extremistas islâmicos na África Ocidental e no Sahel, como o Boko Haram, sediado na Nigéria, reporta a VOA News.

A União Africana emitiu um comunicado sobre a morte, onde expressou que Déby "desempenhou um papel fundamental na promoção da agenda da União para promover a paz e a segurança e apoiou fervorosamente os esforços para criar um ambiente de segurança e estabilidade, especialmente na região do Sahel".

Com a morte, o governo e o parlamento foram dissolvidos, e um conselho militar, chefiado pelo filho de Déby, o General Mahamat Déby Itno, assumirá o controle do país pelos próximos 18 meses.

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit