Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, morre aos 64 anos no hospital de Paris, na França

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Malam Bacai Sanhá

Agência Brasil

9 de janeiro de 2012

Paris, França — O presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanha, morreu hoje (9) em um hospital em Paris, capital da França. O mandatário de 64 anos, que governava o país desde 2009, estava em tratamento na França desde novembro do ano passado.

O governo não divulgou a causa da morte do presidente, mas se sabe que ele sofria de diabetes.

Sanhá assumiu o poder na Guiné-Bissau depois que seu antecessor, João Bernado Vieira, foi assassinado em 2 de abril de 2009. A transição de poder ocorreu de forma pacífica (algo considerado raro na história do país).

Em 2010, Sanhá esteve no Brasil e foi recebido pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Desde a independência de Portugal, em 1974, a nação africana passou por golpes de Estado e se tornou uma das rotas do tráfico de drogas para a Europa.

Reações[editar]

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil divulgou nota de pesar pela morte do presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá.

Na nota, o Itamaraty diz que o governo brasileiro recebeu a notícia “com profundo pesar” e expressa “sinceras condolências” à família de Sanhá e ao povo da Guiné-Bissau.

“Neste momento de dor e de perda, o governo brasileiro apresenta suas sinceras condolências à família do presidente e ao governo e povo bissau-guineenses e reitera sua solidariedade e disposição em dar continuidade aos esforços de cooperação em prol da consolidação da paz na Guiné-Bissau”, diz o texto.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati