Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, morre aos 64 anos no hospital de Paris, na França

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Malam Bacai Sanhá

Agência Brasil

9 de janeiro de 2012

Paris, França — O presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanha, morreu hoje (9) em um hospital em Paris, capital da França. O mandatário de 64 anos, que governava o país desde 2009, estava em tratamento na França desde novembro do ano passado.

O governo não divulgou a causa da morte do presidente, mas se sabe que ele sofria de diabetes.

Sanhá assumiu o poder na Guiné-Bissau depois que seu antecessor, João Bernado Vieira, foi assassinado em 2 de abril de 2009. A transição de poder ocorreu de forma pacífica (algo considerado raro na história do país).

Em 2010, Sanhá esteve no Brasil e foi recebido pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Desde a independência de Portugal, em 1974, a nação africana passou por golpes de Estado e se tornou uma das rotas do tráfico de drogas para a Europa.

Reações[editar]

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil divulgou nota de pesar pela morte do presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá.

Na nota, o Itamaraty diz que o governo brasileiro recebeu a notícia “com profundo pesar” e expressa “sinceras condolências” à família de Sanhá e ao povo da Guiné-Bissau.

“Neste momento de dor e de perda, o governo brasileiro apresenta suas sinceras condolências à família do presidente e ao governo e povo bissau-guineenses e reitera sua solidariedade e disposição em dar continuidade aos esforços de cooperação em prol da consolidação da paz na Guiné-Bissau”, diz o texto.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati