Presidente da Bolívia declara “persona non grata” ao ordenar a expulsão mais um diplomata dos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

10 de março de 2009

La Paz, Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou ontem a expulsão do segundo secretário da embaixada norte-americana em La Paz, Francisco Martinez, acusado de “conspirar” com a oposição durante a crise política ocorrida entre agosto e setembro do ano passado. As informações são da BBC Brasil.


Cquote1.png

Declarei 'persona non grata' Francisco Martinez, que trabalha na embaixada dos Estados Unidos em La Paz. Tudo pela dignidade dos bolivianos, tudo para acabar com a conspiração externa que vem destes agentes.

Cquote2.svg
Evo Morales




Morales afirmou que o norte-americano tem ligações com grupos que se envolveram em protestos violentos contra o governo boliviano. “Tenho informações de que este senhor se reuniu com prefeitos [governadores dos departamentos bolivianos] da oposição”, disse.

A decisão veio seis meses após a expulsão do ex-embaixador norte-americano na Bolívia, Philip Goldberg, também acusado de conspiração. De acordo com a ABI, a estatal boliviana de informações, o diplomata tem prazo de 48 horas para deixar o país.

Fonte