Presidente Lula é vaiado em viagem ao Nordeste

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de julho de 2007

Brasil

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi vaiado em sua viagem à Região Nordeste do Brasil. Em torno 200 manifestantes, segundo informou o Estado de S. Paulo, carregavam faixas, pedindo a prisão de corruptos e corruptores. Segundo informou a imprensa, entre os manifestantes havia integrantes do PSTU, Incra, Ibama, bancários e funcionários públicos da área da saúde. Os manifestantes não conseguiram chegar ao recinto reservado para a solenidade com Lula. No local a platéia que pôde entrar só aplaudiu e apoiou o Presidente. A ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff minimizou as vaias: "O presidente e nós todos tivemos protestos de alguns, mas tivemos, também, o aplauso de milhares. Isso é da democracia e é extremamente saudável. Eu sou de um tempo que não podia falar nesse país, não. Então, eu saúdo a vaia e os aplausos. Eles são muito bem-vindos." Segundo o brasilinista, a classe média brasileira tem uma tendência natural ao presidente pelo fato de lula ser um governo mais popular.[1]

Fontes

  • http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u313213.shtml