Presidente Iván Duque pede para não gerar xenofobia contra os migrantes venezuelanos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O presidente colombiano Iván Duque pediu na sexta-feira que não atiçasse a xenofobia aos venezuelanos com “discursos populistas, descontraídos e demagógicos” depois que o prefeito de Bogotá culpou os migrantes daquele país pelo aumento da insegurança.

“Se houver alguém que viole a lei de algum país que veio como migrante, deve-se proceder a sanção máxima possível na individualização de seu comportamento, mas não pode ser uma estigmatização generalizada”, disse Duque durante o evento virtual Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre migração.

Na Colômbia, cresce a polêmica a respeito de um discurso da prefeita de Bogotá, Claudia López, que culpou os migrantes pelo aumento da insegurança na cidade em decorrência do envolvimento de um homem de nacionalidade venezuelana no assassinato de um policial.

“Os fatos são teimosos e mostram que uma minoria de imigrantes venezuelanos profundamente violentos que matam para roubar, devido a uma requisição, como aconteceu neste caso, são um grande fator de insegurança em nossa cidade”, disse o prefeito em declarações oficiais na quarta-feira. “Bogotá e Colômbia precisam de garantias, assim como tudo é oferecido aos venezuelanos, os colombianos precisam de garantias de que podemos viver em paz”, acrescentou.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit