Presidenta da Coreia do Sul está disposta a se reunir com líder norte-coreano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de janeiro de 2015

Coreia do Sul

A presidenta sul-coreana, Park Geun-Ye, disse hoje (12) que aceita reunir-se com o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, mas sem as condições prévias que o país exige para a realização de uma cúpula entre as duas Coreias. “Posso reunir-me com quem for necessário para abrir o caminho para a unificação pacífica [da Península Coreana]”, disse Park, em entrevista coletiva em Seul. No entanto, afirmou que não aceitaria as condições propostas por Pyongyang (a capital norte-coreana) e, ao mesmo tempo, apelou ao regime de Kim Jong-Un a tomar medidas concretas para a desnuclearização.

Em seu discurso de Ano-Novo, Kim Jong-Un afirmou que estava disposto a se reunir com Park se fossem cumpridos determinados requisitos, como o cancelamento das manobras militares que Seul e Washington fazem no território sul-coreano. Os Estados Unidos, que lideraram uma coligação das Nações Unidas que apoiou Seul na guerra da Península Coreana, mantêm atualmente na Coreia do Sul 28,5 mil efetivos militares e realizam várias vezes ao ano exercícios conjuntos que classificam de treino de defesa, mas que Pyongyang sustenta como provocações e ensaios de guerra para a invasão do país.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati