Preço da cesta básica cai em 11 capitais, diz Dieese

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de outubro de 2014

Brasil

O preço da cesta básica caiu em 11 das 18 capitais brasileiras analisadas pela Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos, que é divulgada todos os meses pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos (Dieese). As maiores quedas ocorreram no Recife (-1,99%), em São Paulo (-1,39%) e Natal (-1,18%). Já as altas ocorreram em Goiânia (1,36%), Aracaju (1,15%), Brasília (1,10%), Porto Alegre (0,62%), Manaus (0,26%) e Florianópolis (0,04%).

A cesta mais cara, entre as 18 capitais brasileiras analisadas, é a de Florianópolis (R$ 340,76), seguida por São Paulo (R$ 333,12). A cesta mais barata é a de Aracaju (R$ 233,18). Entre os produtos que compõem a cesta básica do Dieese que apresentaram queda estão o óleo de soja, tomate, feijão e a batata, com redução na maior parte das localidades. Por outro lado, a carne bovina apresentou aumento de preço em todas as capitais analisadas. O leite, o arroz e o pão francês foram outros produtos que apresentaram aumento de preço na maior parte das capitais.

A Constituição estabelece que o salário mínimo deve suprir despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. O Dieese estima que o salário mínimo ideal, em setembro, seria de R$ 2.862,73, valor 3,95 vezes superior ao valor do salário mínimo atual de R$ 724,00.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati