Praça em Sergipe é o mais novo patrimônio mundial da humanidade

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

1 de agosto de 2010

Brasília - A Praça de São Francisco, em São Cristóvão (SE), foi incluída hoje (1º) na lista de patrimônios mundiais da humanidade. Esse é o 18º bem brasileiro a fazer parte da lista, elaborada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A decisão foi tomada durante reunião do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, em Brasília.

São Cristóvão é a antiga capital de Sergipe e a quarta cidade mais antiga do Brasil. A praça, construída entre os séculos 16 e 17, teve influência espanhola e portuguesa. É composta pela Igreja e pelo Convento de São Francisco, pela Capela da Ordem Terceira, hoje Museu de Arte Sacra, pela Santa Casa, pela Igreja de Misericórdia, pelo Palácio Provincial e pelo casario antigo. A cidade de São Cristóvão é tombada como patrimônio material pelo Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico e Nacional (Iphan).

“É uma vitória do povo de Sergipe e de São Cristóvão que conservou a praça e a reconheceu como um bem da cidade e do estado”, disse o ministro da Cultura, Juca Ferreira.

O ministro disse que já tem duas outras candidaturas de sítios brasileiros prontas para serem apresentadas nas próximas reuniões do comitê. A cidade de Paraty (Rio de Janeiro), como sítio misto (cultural e natural), e a cidade do Rio de Janeiro como paisagem cultural.

“Temos ainda outras 30 na lista de bens potenciais para serem apresentados nos próximos dez anos”, disse o presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida.

Entre os países em desenvolvimento, o Brasil ocupa o segundo lugar na lista de patrimônios mundiais declarados. Só perde para o México. “O Brasil tem um potencial enorme pela singularidade de sua cultura e pela exuberância de sua natureza”, disse o ministro.

O Comitê do Patrimônio Mundial, responsável pela escolha, reúne representantes de 21 países, eleitos pelos Estados partes por quatro anos. A cada ano, o comitê acrescenta novos sítios à lista. A praça foi o único local brasileiro a concorrer.

Durante o evento foram incluídos outros patrimônios mundiais na lista. Entre eles, o Atol de Bikini, nas Ilhas Marshall. O lugar, que fica no Oceano Pacífico e é conhecido por sua grande riqueza ambiental e geológica, foi alvo de 67 testes nucleares depois da 2ª Guerra Mundial, incluindo a explosão de uma bomba de hidrogênio em 1952.

Veja os bens brasileiros que fazem parte da lista de patrimônios mundiais.

Patrimônio Mundial Natural
  1. Parque Nacional do Iguaçu (PR)
  2. Costa do Descobrimento (BA e ES)
  3. Reservas da Mata Atlântica (SP e PR)
  4. Complexo de áreas protegidas do Pantanal Matogrossense (MT e MS)
  5. Áreas protegidas do Cerrado: Chapada dos Veadeiros e Parque Nacional das Emas (GO)
  6. Ilhas Atlânticas Brasileiras – Reservas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas (PE/RN)
  7. Complexo de Áreas Protegidas da Amazônia Central
Patrimônio Mundial Cultural
  1. Conjunto Arquitetônico e Urbanístico de Ouro Preto (MG)
  2. Centro Histórico de Olinda (PE)
  3. As Missões Jesuíticas Guarani, ruínas de São Miguel das Missões (RS)
  4. Santuário do Bom Jesus de Matosinhos em Congonhas do Campo (MG)
  5. Centro Histórico de Salvador (BA)
  6. Plano Piloto de Brasília (DF)
  7. Parque Nacional da Serra da Capivara (PI)
  8. Centro Histórico de São Luís (MA)
  9. Centro Histórico de Diamantina (MG)
  10. Centro Histórico da Cidade de Goiás (GO)

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati