Por que as cerejeiras estão florescendo antes do normal no Japão?

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Por Tempo - Meteored

O florescer das cerejeiras é atração entre os japoneses todos os anos

A floração das flores de cerejeiras no Japão, onde são conhecidas como “sakura”, é um dos momentos mais aguardados do ano, quando as árvores cerejeiras se enchem de pequenas flores brancas e rosas que deixam qualquer paisagem deslumbrante!

Porém, neste ano o florescimento ocorreu mais cedo que o normal. Em algumas áreas do Japão a data de início da floração deste ano não tem precedentes, e isso é comparado a registros que são mantidos desde o século IX, ou seja, que possuem mais de 1200 anos!

Na cidade de Hiroshima, no sul do Japão, as primeiras flores abriram no dia 11 de março, 8 dias antes do recorde anterior registrado em 2004. Na capital, Tóquio, as flores abriram no dia 22 de março, a segunda data mais precoce já registrada.

Em Kyoto, as flores das cerejeiras atingiram seu pico de floração no dia 26 de março, de acordo com os dados coletados pela Universidade de Osaka, o início mais cedo já registrado! O recorde anterior de data mais prematura de floração ocorreu no ano de 1409, quando as flores desabrocharam no dia 27 de março.

Os registros do florescer das cerejeiras em Kyoto foram rastreados desde o ano 812 pelo pesquisador Yasuyuki Aono, da Universidade da Prefeitura de Osaka, a partir de documentos e diários da corte imperial, chefes de estado, aristocratas e monges.

As datas de início da floração das cerejeiras variam de ano a ano, pois dependem de vários fatores, incluindo as variações de temperatura e chuvas. Porém, de acordo com os registros históricos, desde 1800 a data de pico de floração das cerejeiras em Kyoto está gradualmente se antecipando, passando de meados de abril para o início de abril.

Aono disse à CNN que as flores são muito sensíveis à variações do clima e a data de ocorrência de sua floração pode ocorrer mais cedo ou mais tarde dependendo apenas da variação da temperatura. De acordo com o pesquisador, a temperatura era mais baixa na década de 1820, mas aumentou cerca de 3.5°C até hoje.

No último mês de março as temperaturas ficaram bem acima da média no sul do Japão. No final do mês diversas cidades registraram recordes de temperatura máxima para o mês de março. Portanto, esse fim de inverno e início de primavera mais quente que o normal pode ter antecipado o florescimento das cerejeiras neste ano.

Cientistas têm atribuído o florescimento cada vez mais antecipado às mudanças climáticas e os efeitos da urbanização. De acordo com um artigo publicado na revista científica Biological Conservation, publicado em 2009, o aumento local das temperaturas, associado ao florescimento mais antecipado, está associado aos efeitos da urbanização, como o efeito da ilha de calor urbana, e também as mudanças climáticas e a tendência de aquecimento da temperatura média do planeta.

O florescimento antecipado das cerejeiras não ocorreu apenas no Japão. Em Washington D.C., nos Estados Unidos, as flores também floresceram antes do esperado neste ano, no dia 28 de março, alguns dias antes da data prevista, que era entre 2 e 5 de abril.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit