Por decisão do juiz Sergio Moro, Banco Central do Brasil bloqueia mais de R$ 600 mil de Lula

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva

19 de julho de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Uma semana após ser condenado por corrupção, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve R$ 606 mil bloqueados em contas bancárias nesta quarta (19), por ordem da Justiça.

A decisão é do juiz Sergio Moro, a pedido do Ministério Público Federal, que solicitou o sequestro dos bens do ex-presidente para a recuperação do produto do crime, caso seja confirmada a condenação.

Lula foi sentenciado a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Ainda cabe recurso.

O bloqueio ordenado por Moro foi de R$ 10 milhões, mas o Banco Central do Brasil só encontrou R$ 606 mil em quatro contas do petista - no Banco do Brasil, Caixa e Itaú.

Dentre os bens que tiveram sequestro decretado estão 50% da posse sobre três apartamentos em São Bernardo do Campo e 35,92% de um quarto apartamento na mesma cidade, referentes às partes sobre a qual Lula tem posse. Além dos imóveis, Moro determinou o confisco de dois veículos: um GM Omega CD ano 2010 e um Ford Ranger LTD ano 2012/2013.

Fontes