Policiais civis de 12 estados do Brasil fazem operação para prender acusados de explorar jogos ilegais pela internet; 39 acusados estão foragidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Agência Brasil

22 de setembro de 2009

Sorocabra, São Paulo, Brasil

Pelo menos cinco pessoas foram presas na manhã de hoje (22), só na cidade de Sorocaba, na Operação Novelo, realizada simultaneamente em 12 estados para desarticular duas quadrilhas que usavam a internet para ganhar dinheiro por meio de jogos ilegais.

A operação, coordenada pelo Departamento de Polícia Judiciária de Sorocaba, envolve 700 policiais civis, que deverão cumprir 360 mandados de busca e apreensão e 39 de prisão, nos estados de São Paulo, Alagoas, da Bahia, do Ceará, de Mato Grosso, Minas Gerais, da Paraíba, do Paraná, de Pernambuco, do Rio de janeiro, Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Segundo o diretor do departamento, Weldon Carlos da Costa, o grupo não explorava jogos de azar em que as pessoas apostam com chances de erros e acertos. Os envolvidos manipulavam os resultados. “Quem arrisca nunca vai ganhar porque o resultado independe de habilidades do apostador”, afirmou.

As investigações começaram há um ano e os envolvidos são suspeitos de crimes contra a economia popular, estelionato e lavagem de dinheiro. Além disso, a polícia investiga a possibilidade de ligação com grupos suspeitos de cometer homicídios.

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati