Polícia resgata 20 bolivianos em condições análogas à escravidão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de outubro de 2014

Brasil

A Polícia Civil de São Paulo resgatou hoje (16) 20 bolivianos que trabalhavam em duas confecções da capital paulista em condições análogas à escravidão. Na operação, a polícia libertou também oito crianças que viviam com os pais. As fábricas estavam instaladas em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo. Segundo a polícia, dois homens que administravam as confecções foram presos.

Nas duas empresas, os bolivianos eram obrigados a cumprir jornadas exaustivas de trabalho e viviam em condições insalubres. Em um dos locais, a polícia informou ter encontrado adolescentes trabalhando. O resgate dos bolivianos foi possível graças à denúncia de um boliviano que trabalhava em uma das confecções, e que conseguiu voltar ao seu país. Ele fez contato com o Consulado da Bolívia em São Paulo, que levou o caso à polícia.

Os presos vão ser indiciados por reduzir alguém à condição análoga à de escravo, crime previsto no Artigo 149 do Código Penal. Os donos das fábricas poderão responder também por tráfico de pessoas, uma vez que teriam aliciado os bolivianos a virem para o Brasil.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati