Polícia faz operação contra lavagem de dinheiro em escola de samba

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Emblema da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro

6 de dezembro de 2018

A Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra integrantes da escola de samba {w|Acadêmicos do Grande Rio|escola de samba Acadêmicos do Grande Rio}}, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, nesta quinta-feira 6. Os agentes investigam, junto com integrantes do Ministério Público do Rio de Janeiro, um grupo suspeito de atuar na exploração ilegal de jogos na região e na prática de lavagem de dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil, os alvos da operação são o presidente de honra da Grande Rio, Antônio Jaider Soares da Silva, e mais quatro suspeitos, Leandro Jaider Soares da Silva, Dagoberto Alves Lourenço, Paulo Henrique Melo Rufino e Yuri Reis Soares. Estão sendo cumpridos o bloqueio e sequestro de bens dos investigados no valor de R$ 20 milhões.

A Polícia Civil também estão fazendo buscas na quadra da Escola de Samba Grande Rio, em Duque de Caxias, e no seu barracão, na Cidade do Samba, no centro da cidade do Rio de Janeiro.

Segundo com as investigações, Antônio Jaider é o chefe da organização criminosa, sendo responsável por controlar a exploração de jogos de azar em Duque de Caxias. Ele também figura como sócio de empresas ao lado do filho, Yuri Soares Reis, e do sobrinho, Leandro Jaider Soares da Silva. Os dois são investigados como braços operacionais da quadrilha na operação de lavagem de capitais e no controle financeiro da organização.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com