Polícia espanhola continua busca por terrorista foragido após atentados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

20 de agosto de 2017

A busca ao principal suspeito do ataque terrorista de Barcelona foi estendida a outros países europeus, disse uma autoridade do governo catalão.

A polícia disse na segunda-feira que acredita que Younes Abouyaaqoub, um marroquino de 22 anos, era o motorista da van que invadiu a multidão de turistas em Las Ramblas na quinta-feira, matando 13 pessoas e deixando dezenas de feridos graves.

"Essa pessoa não está mais sendo procurada na Catalunha, mas em todos os países europeus, é um esforço da polícia européia", disse Joaquim Forn, ministro do Interior da Catalunha, a uma estação de rádio local.

A polícia diz que está investigando a possibilidade de que, cerca de 90 minutos depois, o suspeito tenha esfaqueado e matado um espanhol e roubado seu carro.

Uma prima do foragido, identificada como Fátima Abouyaaqoud, mostrou estar convencida de que foi o ímã da localidade de Ripoll, Abdelbaki es Satty, que manipulou seu parente e os demais jovens da localidade supostamente envolvidos nos atentados e os radicalizou.

Os investigadores revistaram ontem a casa do ímã em Ripoll em busca de indícios sobre os atentados e de provas que permitissem comprovar se o religioso, que está desaparecido, é um dos mortos na casa de Alcanar, província de Tarragona, que explodiu na última quarta-feira (16).

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com