Polícia Federal afasta delegado Protógenes por tempo indeterminado

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

14 de abril de 2009

O delegado da Polícia Federal (PF) Protógenes Queiroz, ex-coordenador da Operação Satiagraha , foi afastado de suas atividades por tempo indeterminado, até a conclusão de processo disciplinar que responde em “em virtude de participação em atividade político-partidária”.

A decisão foi tomada pela direção da PF no último dia 9 e comunicada ontem (13) ao delegado. A PF alega ser uma medida administrativa automática em casos nos quais um funcionário é investigado por alguma falta de natureza grave.

O processo instaurado pela Corregedoria do órgão em Minas Gerais trata da participação de Protógenes em comício do candidato a prefeito de Poços de Caldas (MG), Paulo Tadeu Silva D'Arcádia (PT).

Durante o afastamento, o delegado vai continuar a receber salários, mas, ao fim do processo, poderá até mesmo ser demitido da corporação. Desde que concluiu o Curso Superior de Polícia, Protógenes estava lotado na Coordenação-Geral de Defesa Institucional (CGDI) da PF.

A Satiagraha investigou crimes financeiros atribuídos ao banqueiro Daniel Dantas. Durante a operação, foram presos, além do banqueiro, o investidor Naji Nahas e o ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta.


Fontes