Poder autárquico tem que ser financiado localmente, diz ministro angolano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

Estado não tem capacidade para pagar pelas autoridades locais.

5 de maio de 2016

Em Angola, não pode haver poder autárquico sem fontes de rendimento locais, disse o ministro da administração do território, Bornito de Sousa, que tornou claro que o governo não tem meios para pagar pela administração de autarquias.

O ministro disse que as autarquias têm que ser financiadas localmente e por isso há que identificar “todas as fontes de receitas comunitárias ou locais”.

Ele argumentou que “se tivéssemos autarquias hoje, tínhamos que fechar amanhã (...) o dinheiro do petróleo não paga as autarquias (...) quem paga as autarquias são os cidadãos”.

Ressalvou que “num ou outro caso” o governo central pode intervir.

Quanto à gestão das centralidades, o ministro disse a forma como são geridas em Luanda não é um exemplo para o país:

“Não podemos transformar as novas centralidades em musseques outra vez”, disse.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati