Partidos de esquerda criticam governo brasileiro e apóiam investigações

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

20 de junho de 2005

Brasil

Com exceção do PCdoB e do próprio PT, que constituem o núcleo do governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, todos os partidos de esquerda do Brasil apóiam as investigações das denúncias de corrupção, além de acusarem o governo de tentar abafar o suposto escândalo.

O PSTU publicou em seu website um artigo com o título:"Governo instaura CPI chapa branca". Ele critica a suposta tentativa do governo em contrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o escândalo dos Correios. Uma figura com o Presidente Lula a segurar uma pizza (a pizza no Brasil é o símbolo para uma investigação que não vai chegar a lugar nenhum) ilustra o artigo. A matéria também critica o apoio dado ao governo pela Central Única de Trabalhadores (CUT) e pela União dos Estudantes (UNE).

O PDT em seu website traz uma nota que diz irá promover , por meio de suas bancadas no Congresso Nacional, todas as iniciativas investigatórias destinadas a esclarecer as denúncias de corrupção na Administração Federal e seus desdobramentos sobre o Poder Legislativo, inclusive encaminhando a criação de uma CPI específica para averiguar existência do pagamento de propinas a parlamentares, que se tornou conhecido como "mensalão".

O PCO fala em "mar de lama" para se referir às denúncias que atingem o governo do PT.

Finalmente, segundo o que está escrito no em seu website: "O P-SOL reafirma que a corrupção disseminada no governo Lula é um subproduto inevitável da opção política feita pela direção do PT e pela cúpula do governo federal".

O partido do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o PSDB também faz críticas à administração de Lula. Todavia, é também o partido que vinha mais vezes a acalmar os ânimos e chegou a defender o presidente, principalmente através do governador Aécio Neves e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Mesmo assim, recentemente, durante o horário gratuito reservado na televisão para os partidos políticos, o partido fez uma dura crítica ao governo Lula.

Páginas externas