Palestino diz perante tribunal "que ajudava as FARC"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de novembro de 2007

O palestino Jalal Sadat Moheisen, 49 anos, e o colombiano Nicolás Tapasco Romero, 45, disseram perante um tribunal em Miami, no último dia 14 de novembro, que facilitavam a entrada de imigrantes ilegais nos EUA e forneciam material para as FARC.

Moheisen e Romero trabalharam para o Serviço de Inteligência da Colômbia (DAS). Eles foram presos em Bogotá, em janeiro de 2006 e depois extraditados para os EUA.

Sadat disse para o juiz federal Joan A. Lenard que facilitou a entrada de três agentes americanos disfarçados pensando tratar-se de integrantes das FARC que iam lavar cerca de 4,5 milhões de dólares.

Fontes