PGR de Moçambique formaliza acusação de terrorismo a 12 iranianos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um grupo de 12 iranianos detidos em dezembro de 2019 a bordo de uma embarcação com armas ao largo da baía de Pemba, na província moçambicana de Cabo Delgado, foi formalmente acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de apoiar os grupos insurgentes que têm atacado a região desde outubro de 2017.

A informaçao foi avançada pela Rádio Moçambique que, citando fonte da PGR, acrescentou que os acusados vão ficar em prisão preventiva.

Eles vão responder pelos crimes de terrorismo, associação para delinquir, porte de armas proibidas e crime de organização contra o Estado, ordem e tranquilidade públicas.

Ainda segundo a PGR, os iranianos pertencem a uma organização terrorista que pretendia fornecer armas aos chamados al-shabab.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit