PF investiga organização criminosa que teria movimentado mais de R$ 200 milhões

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carro da Polícia Federal

Agência Brasil

A Operação de nome Conexão Venezuela foi iniciada na manhã dessa segunda em várias cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo. A operação tem o objetivo de apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. “Conforme as investigações, empresas sediadas na Venezuela (dentre elas, uma estatal) remeteram vultosos valores ao Brasil, a pretexto de aquisição desses equipamentos”, disse uma nota divulgada pela Polícia Federal.

Nos anos de 2010 e 2014, o dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado os R$ 200 milhões, de acordo com informações da Polícia Federal. Mas de acordo com a investigação, parte considerável desses recursos não foi destinada aos fabricantes e fornecedores, tendo circulado em várias contas bancárias e enviada para fora do Brasil.

Segundo a Polícia Federal, as investigações tiveram início com base em um procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para o país Venezuela.

Os policiais federais estão cumprindo vários mandados de busca e apreensão nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Passo Fundo e Erechim. Já no estado de São Paulo, as ações ocorrem apenas nas cidade de Americana e em São Paulo. Seis pessoas são alvos de condução coercitiva.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati

]