ONU nega assento na Assembleia Geral ao Afeganistão e Mianmar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

4 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Comitê de credenciais da Organização das Nações Unidas (ONU) indeferiu na última quarta-feira (1) os pedidos dos governos do Afeganistão e de Mianmar para ocuparem as respectivas cadeiras na Assembleia Geral da entidade.

Os pedidos de representação de ambos os países foram apresentados tanto pelo governo deposto quanto pelo governo em exercício nos dois casos, e o deferimento de qualquer um dos pedidos significaria um reconhecimento implícito de um ou outro governo.

O governo de Mianmar foi deposto um golpe em fevereiro de 2021 , quando o exército deteve a conselheira de estado Aung San Suu Kyi e o presidente Win Myint, juntamente com outros líderes do partido governante.

Já o Afeganistão passou a ser controlado pelo Talibã em agosto de 2021, após a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) abandonar a capital, Cabul.

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit