ONU: 1 milhão fugiram da Ucrânia na primeira semana da invasão russa

3 de março de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O alto comissário das Nações Unidas para os refugiados disse na quinta-feira que um milhão de pessoas fugiram da Ucrânia apenas na semana passada, um dos maiores e mais rápidos êxodos em massa de pessoas em situações de conflito em décadas.

“Hora a hora, minuto a minuto, mais pessoas estão fugindo da terrível realidade da violência. Inúmeros foram deslocados dentro do país”, disse Filippo Grandi em comunicado. “E a menos que haja um fim imediato do conflito, milhões mais provavelmente serão forçados a fugir da Ucrânia.”

A intensificação da ofensiva russa fez com que várias cidades em todo o país fossem atacadas por ar e por terra na semana passada. Tanques e veículos blindados russos continuam a circular pelo país, ameaçando várias grandes cidades.

Grandi disse ao Conselho de Segurança da ONU na segunda-feira que não tinha visto “um êxodo de pessoas tão incrivelmente rápido – o maior, certamente, na Europa, desde as guerras dos Bálcãs.”

Ele disse que, a menos que haja uma interrupção imediata do conflito, as pessoas continuarão a fugir.

“Atualmente, estamos planejando – repito: planejando – até quatro milhões de refugiados nos próximos dias e semanas”, disse Grandi na segunda-feira.

Quando ele informou o conselho na segunda-feira, ele disse que mais de 280.000 pessoas fugiram apenas para a Polônia. Na quarta-feira, o ACNUR disse que o número quase dobrou para 547.982 pessoas.

O número de refugiados também está aumentando rapidamente na Hungria, Moldávia, Eslováquia, Romênia e outros países europeus. Quase 50.000 pessoas, principalmente do leste da Ucrânia, também buscaram refúgio na Rússia.

A agência das Nações Unidas para a Infância, UNICEF, diz que metade dos que fogem do país são crianças.

A ONU apelou na terça-feira por US $ 1,7 bilhão para atender às necessidades de emergência dentro e nos países vizinhos nos próximos três meses. As nações intensificaram imediatamente com US$ 1,5 bilhão em promessas. O ACNUR espera ajudar 2,4 milhões de refugiados e solicitantes de refúgio com o dinheiro do apelo.

Os Estados Unidos anunciaram US$ 54 milhões em novos fundos humanitários na semana passada para os ucranianos.

“Eles estão fugindo de ataques cada vez mais violentos e generalizados das forças russas contra áreas residenciais e infraestrutura – desde o bombardeio de hospitais e jardins de infância até foguetes direcionados às praças centrais da cidade”, disse a embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Linda Thomas-Greenfield, em comunicado. “O custo humano do ataque não provocado e injustificável da Rússia contra seu vizinho soberano está crescendo exponencialmente a cada dia.”

Fontes