Saltar para o conteúdo

ONG Aldeias SOS se prepara para receber órfãos da guerra Israel-Hamas

Fonte: Wikinotícias

5 de janeiro de 2023

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A ONG Aldeias SOS (SOS Children’s Village) de Rafah recebeu há alguns dias o primeiro grupo de pequenos palestinos que perderam os pais na guerra Israel-Hamas. Rafah é uma cidade que fica no sul da Faixa de Gaza.

Segundo a ONG, 55 crianças, algumas com traumas psicológicos graves, serão recebidas e cuidadas por mães adotivas experientes nas próximas semanas, se juntando a outros 70 órfãos que já vivem no local. "Duas mães SOS aposentadas experientes" foram trazidas especialmente para ficar no novo lar dos órfãos da guerra, que também terão "o pessoal pedagógico necessário", informou a organização em seu portal.

O número de crianças que perderam um ou ambos os pais é estimado em 24.000 a 25.000, reporta outra ONG, a Euro-Med Human Rights Monitor.

Traumas graves

A Aldeia reporta a chegada de uma criança com o que chamou de "trauma psicológico grave". Trata-se de uma menina que está sofrendo de "mutismo seletivo", um transtorno que geralmente acomete crianças, que escolhem com quem se comunicar.

A ONG também reportou que a menina já está melhorando. "A menina começou em poucos dias a interagir com a sua cuidadora e com as outras crianças do agregado familiar. Ela começou a compartilhar brinquedos com eles e a sair para brincar no quintal", reportou a Aldeias.

"Percebemos que ela agora se sente mais segura e com mais condições de lidar com o evento traumático que passou", explicou uma psicóloga da Aldeias SOS de Rafah.

Referências[editar | editar código-fonte]

Notícias Relacionadas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]