Nova fase da Lava Jato leva à prisão o ex-presidente Michel Temer

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de março de 2019

São Paulo —

Michel Temer foi alvo de mandado de prisão nesta quinta-feira

Hoje (21), o ex-presidente Michel Temer foi preso de maneira preventiva. As informações são da Polícia Federal (PF). Temer foi detido em São Paulo e agora segue para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, para ser levado ao Rio de Janeiro. O ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, também foi detido pela mesma operação.

Segundo a Polícia Federal, “a investigação decorre de elementos colhidos nas Operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade, deflagradas anteriormente e, notadamente, em razão de colaboração premiada firmada pela Polícia Federal”.

Temer tornou-se presidente em maio de 2016, em decorrência do impeachment de Dilma Rousseff. O partido no qual é filiado, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), lamentou a ação da polícia e afirmou que ambos envolvidos não cometeram irregularidade.

A defesa de Moreira Franco afirmou que ele "encontra-se em lugar sabido, manifestou estar à disposição nas investigações em curso, prestou depoimentos e se defendeu por escrito quando necessário". E fez críticas ao juiz "cuja competência não se encontra ainda firmada, em procedimento desconhecido até aqui", afirma.

A Operação Descontaminação, que investiga desvios na Eletronuclear, determinou oito prisões preventivas, duas temporárias e 24 buscas no Rio, São Paulo, Paraná e Distrito Federal.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com