Nova espécie de rã-da-chuva é nomeada em homenagem a Greta Thunberg

Fonte: Wikinotícias

17 de fevereiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Em 2018, a iniciativa Rainforest Trust comemorou seu 30º aniversário realizando um leilão onde oferecia direitos para a nomeação para algumas espécies novas. Os recursos arrecadados no leilão beneficiaram a conservação de espécies recém-descobertas. Estima-se que cerca de 100 novas espécies sejam descobertas a cada ano.

O artigo científico que descreve e nomeia oficialmente a nova espécie, Pristimantis gretathunbergae, foi publicado na revista científica da Pensoft, ZooKeys .

A equipe internacional que descobriu a nova -da-chuva foi liderada por Abel Batista, Ph.D. (Panamá) e Konrad Mebert, Ph.D. (Suíça). Os dois trabalham juntos há 10 anos no Panamá e já publicaram oito artigos científicos juntos e descreveram 12 novas espécies.

A equipe encontrou o anfíbio no Monte Chucanti, uma ilha no leste do Panamá cercada por floresta tropical de planície. Alcançar seu habitat na floresta nublada exigia acesso a cavalo por trilhas lamacentas, a subida de encostas íngremes, contornar dois helicópteros que caíram décadas atrás e acampar acima de 1.000m de altitude. A reserva de Chucanti foi criada pela organização de conservação panamenha ADOPTA com o apoio da Rainforest Trust.

A Pristimantis gretathunbergae tem olhos negros distintos - únicos para as rãs da América Central. Seus parentes mais próximos habitam o noroeste da Colômbia. Infelizmente, o habitat remanescente do animal está severamente fragmentado e altamente ameaçado pelo rápido desmatamento para plantações e pastagens de gado. A Reserva Chucanti, onde a rã foi encontrada pela primeira vez, faz parte de uma crescente rede de parques naturais e reservas defendidas pelo governo panamenho.

O vencedor do leilão do Rainforest Trust queria nomear o sapo em homenagem a Greta Thunberg e seu trabalho em destacar a urgência na prevenção das mudanças climáticas. Sua “Greve Escolar pelo Clima” em frente ao parlamento sueco inspirou estudantes de todo o mundo a realizar greves semelhantes chamadas Fridays for Future. Ela impressionou os líderes globais e seu trabalho está atraindo outros para a ação pelo clima.

A situação da rã-da-chuva de Greta Thunberg está intimamente ligada ao aquecimento climático, já que o aumento das temperaturas destruiria seu pequeno habitat nas montanhas. A região do Monte Chucanti já perdeu mais de 30% de sua cobertura florestal nos últimos 10 anos. O fungo quitrídio representa ameaças adicionais para os anfíbios locais. A conservação do habitat remanescente é fundamental para garantir a sobrevivência da rã. O importante trabalho da ADOPTA e Rainforest Trust globalmente para proteger as florestas tropicais é fundamental para a sobrevivência desta rã e de muitas outras espécies ameaçadas de extinção.


Fontes