No Maranhão, quatro estradas federais estão interditadas por conta das chuvas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

3 de maio de 2009

Maranhão

Quatro estradas federais que cortam o Estado do Maranhão permanecem interditadas por conta das fortes chuvas, que atingem o estado desde o início de abril. Em duas, a BR-316 (no município de Alto Alegre do Maranhão) e na BR-402 (próximo a cidade de Barreirinhas, que leva aos Lençóis Maranhenses), o tráfego está completamente interditado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal no estado, as outras duas, a BR-222 (entre os municípios de Miranda do Norte e Arari, no quilômetro 259) e a BR-226 (na cidade de Barra do Corda), o tráfego ocorre em apenas uma das vias.

De acordo com o policial rodoviário federal Marcos Paulo, agentes do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) já estão nos pontos onde as estradas foram comprometidas. No entanto, por conta das chuvas, ainda não é possível iniciar a recuperação das pistas. “A chuva atrapalha o processo de recuperação. Temos que esperar a chuva dar uma trégua”, disse à Agência Brasil. Ainda há previsão de tempo encoberto com pancadas de chuvas para hoje (3) e amanhã (4) no estado.

A BR-316 é um dos principais caminhos entre São Luís, capital do Maranhão, e Teresina, capital do Piauí. Segundo o policial, a orientação para os motoristas, que fazem esse trajeto, é optar pela estada que passa por Parnaíba, o que alonga o percurso em cerca de 600 km.

Está previsto para amanhã a divulgação dos resultados da operação da Polícia Rodoviária Federal durante o feriado do Dia do Trabalhador, que teve início quinta-feira (30) e vai até a e meia-noite de hoje.

Fonte