Nampula quer acabar com vendedores ambulantes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Moçambique.

Agência VOA

Está para breve a retirada de vendedores ambulantes que ocupam quase todas as ruas e avenidas da zona urbana da cidade de Nampula.

22 de julho de 2015

A ocupação dos passeios na cidade de Nampula por vendedores ambulantes assume proporções alarmantes. Nos últimos tempos piorou com a entrada de vários jovens nesse mercado informal à procura do primeiro emprego. Para tentar fazer frente ao problema, o Conselho Municipal decidiu agora avançar com a construção do chamado “Shop do Povo”.

Está para breve a retirada de vendedores ambulantes que ocupam quase todas ruas e avenidas da zona urbana da cidade de Nampula, no norte de Moçambique.

Nos inícios de Fevereiro de 2015, quando da tomada de posse do edil (prefeito) Mahamudo Amurane, o comércio informal tomou outro rumo. Os passeios ficaram superlotados não permitindo a circulação livre de munícipes.

Ao mesmo tempo, muitos jovens, na busca do primeiro emprego, têm optado por essa actividade laboral.

Depois de muitas críticas e controvérsias, está em fase de acabamento o “Shop do Povo”, localizado num dos mais conhecidos mercados da cidade de Nampula, a feira dominical, no bairro de Muhala.

Para os habitantes de Nampula, a iniciativa do Conselho Municipal é bem-vinda.

A mesma opinião é partilhada por jovens vendedores de rua que dizem estar ansiosos pela conclusão do “Shop do Povo”.

Para o edil de Nampula, Mahamudo Amurane, o ganho não se limita a aliviar os passeios, mas a criar melhores condições de vida dos munícipes.

“Nampula é a primeira cidade a construir um shop para albergar vendedores de rua”, disse Amurane.

O Conselho Municipal procede actualmente à inscrição dos vendedores de rua por forma a legalizar as suas actividades.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati