Número de mortos em duplo atentado na Síria chega a 27

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

17 de março de 2012

Damasco, Síria — O Ministério da Saúde da Síria informou que pelo menos 27 pessoas foram mortas e 97 ficaram feridas hoje após duas explosões de carros-bomba (carros armadilhados em Portugal) na capital do país, Damasco.

As autoridades sírias acusam grupos terroristas pelo duplo atentado, que atingiu um centro de inteligência de aviação e um complexo de segurança e matou civis e membros das forças de segurança.

Ativistas da oposição, porém, acusaram anteriormente o governo de orquestrar atentados como o deste sábado. Até agora nenhum grupo reivindicou a autoria dos ataques.

Há mais de um ano a Síria é palco de uma revolta popular contra o presidente, Bashar Al Assad. A Organização das Nações Unidas estima que os conflitos, em diversas partes do país, tenham deixado mais de 8 mil mortos.

Kofi Annan Decepcionado[editar]

No mesmo dia, o enviado da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Liga Árabe à Síria, Kofi Annan, disse ao Conselho de Segurança da ONU que obteve uma resposta "decepcionante" aos seus esforços para mediar um cessar-fogo no país.

Annan, que já participou de duas rodadas de conversas com o presidente Bashar Al Assad fazendo propostas para o fim da violência, disse que não tinha ilusões sobre a escala de sua tarefa.

Com os membros do Conselho de Segurança ainda divididos sobre a melhor forma de agir, Annan disse que qualquer erro de cálculo que provoque uma escalada de violência pode provocar um impacto na região com o qual será difícil lidar.

Ele disse ainda que enviará uma delegação para Damasco na próxima semana para discutir a criação de mais uma missão de monitoramento e que está preparado para voltar ao país quando houver "sinais de progresso".

Notícias Relacionadas[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati